domingo, 16 de julho de 2017

O MAIOR AMOR DO MUNDO

Foto Greenpeace
"Mas são a baleias, com seus 30 metros de comprimento e suas 130 toneladas de peso, que realizam o maior amor do planeta. A fêmea fértil chama o macho emitindo sons que se organizam em sedutoras canções. O macho surge como um torpedo e nada vigorosamente - a fêmea o segue.
Eles já se abasteceram com o grill, minúsculos camarões da Antártida, e estão geralmente nadando em bandos na direção dos mares tropicais.
O casal nada lado a lado, durante vários dias, sem precisar se alimentar. "Conversam" bastante. Quando finalmente se decidem em suas escolhas, os parceiros começam a deslizar suavemente os seus corpos, se estimulando muito. Depois as fêmeas batem as caudas nas águas suavemente e o macho nada colocando o corpo nas costas da companheira.
Logo depois eles nadam com o ventre colado, e assim ficam se conhecendo melhor. Por fim, quando estão prontos, começam a tomar distância, ficam frente a frente e, emitindo grunidos, nadam com muita velocidade um de encontro ao outro. Quando finalmente se encostam, vergam os corpos em postura vertical e se mantêm assim, equilibrando-se com as barbatanas e agitando freneticamente as caudas enquanto fazem amor.
Chegam a ficar alguns metros fora da superfície.
São 260 mil quilos de tesão nas águas dos mares tropicais."

( Do "Almanaque do Amor", de Bernardo Pellegrini e Maria Angélica Abramo -Editora Imaginário/ 1994)

Nenhum comentário: