sexta-feira, 26 de maio de 2017

TÃO ABANANDO!!! TÃO ABANAANNNDO!!!

Fotos Andrea Ramos

Era com esse grito - o apupo - que os pescadores avisavam a camaradagem e os moradores da Armação do Pântano do Sul que os vigias tinham avistado uma manta de tainhas e que as canoas iriam cercar.
Mas isso já faz algum tempo. De alguns anos para cá, com o mar avançando na praia e a faixa de areia quase sumindo, não tem mais espaço para a pesca de arrasto com os ternos de praia, formados por redes e canoas bordadas tocadas a remo.
Mas a tainha continua sendo pescada na Armação, só que agora com as redes caça-de-malha. As baleeiras e botes, movidas a motor, procuram e cercam o peixe nas águas próximas, entre a Armação, Morro das Pedras e Ilha do Campeche.

Um comentário:

Anônimo disse...

Tá muito bom este blog, que cada vez que eu entro tem um monte de novidade. E aí eu acabo nem tendo tempo de ler e ver tudo e fico com gostinho de quero mais.
Um abraço da camarada Alessandra - o camarada Joka tb mandaria se não estivesse dormindo profundamente aqui ao lado.