domingo, 21 de maio de 2017

TAINHA CRÔNICA


 A vedete da estação 
Por Ioni de Souza 

Quem é a vedete que sempre aparece no mês de maio na Ilha de Santa Catarina?
Ela chegou numa das praias mais badaladas de Florianópolis, a praia do Santinho.
Percorreu o Mercado Público no centro da Capital, e todos pararam para vê-la. Frequentou as mesas mais sofisticadas da cidade, esteve nos melhores restaurantes. Mas também subiu os Morros da cidade e esteve nas mesas das favelas.
Percorreu todos os bairros da Ilha e de suas imediações. Foi noticia em todos os jornais. E teve destaque até no Jornal nacional.

Afinal quem é a vedete da estação?

Mês de maio, inicio da pesca da Tainha.
A ilha da Magia tem um cheiro especial!
O ilhéu fica em festa.
As pessoas se encontram e perguntam umas as outras:

“E daí, já comesse tainha?” 


Ilustração Andrea Ramos
O velho mercado no centro da cidade fica movimentadíssimo!
As pessoas saem de lá com os grandes peixes enrolados em jornal.
Desfilam pela cidade, felizes com seus peixes.

Cada família tem seu jeito de preparar a Tainha.
Tem Tainha assada na brasa, escalada, recheada e assada de forno, enrolada na folha da bananeira, na telha, etc.

Mas todos têm seu lado bruxo.
Pegam um caldeirão e fazem um caldo que vai virar o principal acompanhamento: o mágico pirão!
Vão colocando no caldeirão de água fervente as cabeças das Tainhas e seus mágicos temperos: tomate, cebola, alho, louro, alfavaca, orégano, cebolinha verde, salsa, colorau, pimenta malagueta e sal.
As casas ficam perfumadas.
O cheiro desses temperos fresquinhos, colocados bem picadinhos, cada um na sua proporção e vez.
A família em volta da mesa esperando esta magia ficar pronta, e típica do manezinho da ilha.
Não se come sozinho a Tainha.
Tainha na Ilha de Santa Catarina é sinônimo de festa, de compartilhar, de convidar, de se encontrar e saborear."
Floranópolis, 2004.

(Ioni de Souza tem 67 anos,
é mãe, costureira, dona de casa e contadora de história e estórias. Mora há mais de 60 anos no Saco dos Limões.)

Um comentário:

ELIAS FLANAVE disse...

Bom Dia : A dona Maria falou tanto da Tainha que até me deu água na boca , mas o Preço vendido aqui por uma tainha com Ova , fica a impressão que é só pra os Ricos pois 17,00 o quilo é um absurdo...Peixarias da região da foz do rio Itajaí....