terça-feira, 9 de maio de 2017

Pescando Tainhas - O CERCO E O ARRASTO DE PRAIA!

Fotos Fernando Alexandre/ Andrea Ramos


O CERCO (Os remeiros, o chumbeleiro, o patrão)

Assim que apupam, os pescadores fazem as canoas com as redes deslizarem pelas estivas e saem ao mar para cercar a manta de peixes avistada pelos vigias. Dentro da canoa vão os remeiros, o patrão e o chumbeleiro. Quando a canoa sai da praia já deixa a ponta de um doa lados da rede. Descrevendo um semi-círculo, a canoa cerca o cardume, regressando a praia, onde a camaradagem puxa. Em alguns lugares o vigia vai dentro da canoa, apontando o peixe. 

OS REMEIROS 

Os remeiros, geralmente 4 por canoa, são os atletas da Pesca da Tainha. Além da força e da agilidade eles tem que remar em sincronia. Por isto na hora da divisão eles tem direito de escolher as tainhas maiores. É costume se chamar os peixes grados e ovados de “tainha de remeiro”. 


O CHUMBELEIRO

Além dos remeiros e do patrão também é indispensável na canoa a presença do chumbeleiro, que é quem cuida do chumbo, ou outro peso, na hora de soltar a rede, para que ele não bata na borda da canoa, assustando e dispersando os peixes. 

O PATRÃO 

Na pesca da tainha, o patrão é quem comanda a canoa na hora de cercar o peixe, é dele a ordem do lanço, o momento exato para o lançar de redes. Ele tem que conhecer o mar e estar atento aos sinais do vigia que fica apontando para a manta de peixes. 

O ARRASTO (COMUNIDADE NA PRAIA) 

Do arrastão, ou arrasto de terno na praia, participam centenas de pessoas da comunidade, inclusive mulheres e crianças, que esperam ansiosos a chegada das canoas.No final, cada um recebe o seu quinhão, dependendo da quantidade de peixes que veio na rede.

Nenhum comentário: