quarta-feira, 29 de março de 2017


Foto Fernando Alexandre

És da origem do mar, vens do secreto,
Do misterioso mar, espumarento e frio,
Que põe redes de sonho ao navio,
E o deixa balouçar na vaga inquieto.


(Cruz e Sousa, Desterro 1861 -1898. Fragmento do poema "Flôr do Mar.")

Nenhum comentário: