sexta-feira, 30 de setembro de 2016

PESCANDO NA ILHA EM 1719



"...com respeito a pesca, eles têm uma grande abundância de diversas espécies de bons peixes e não lhes faltam ótimos lugares para lançar as redes de arrastão. Todas as suas baías e regatos estão bem providos de tainhas, grandes arraias, bagres, cavalinhas, peixes-tambor (que são assim chamados por causa do ruido que fazem, por meio do qual são seguidos até as águas rasas e lá capturados), alguns com 20 ou trinta libras de peso, sendo suas escamas do tamanho de uma moeda de libra. Os portugueses os chamam de meros..."


(Relato do Capitão George Shelvocke, navegador inglês que visitou a ilha de Santa Catarina em 1719)

Nenhum comentário: