sexta-feira, 23 de setembro de 2016

PESCANDO COM POTES


São poucas as pescarias que conseguem capturar peixes, crustáceos ou moluscos sem utilizar iscas ou redes. A pesca do polvo-comum (Octopus vulgaris) é uma delas. Nessa pescaria, espinhéis com centenas de potes são deixados alguns dias no mar.

Porque os polvos tem o habito de esconder-se e viver a maior parte de sua vida em tocas, eles acabam por alojar-se nesses potes, que passam a ser usados como abrigo. Quando os potes são recolhidos, a reação do polvo é fixar-se ainda mais na sua "toca" e, dessa forma, são levados à superfície, e retirados no convés da embarcação.

Esta técnica foi inventada há milhares de anos, quando eram utilizados potes de cerâmica. Hoje, os potes são sintéticos, mas a pesca de potes ainda é usada em pescarias artesanais e industriais.

(Do https://www.facebook.com/oceanabrasil/)

Nenhum comentário: